Análise da Afetividade entre Mulheres em Situação de Rua na cidade de São Paulo.

Autores

  • Lívia Maria Camilo dos Santos PUC SP

Resumo

O artigo se propõe a apresentar parte de pesquisa de doutorado realizada em São Paulo com mulheres que partilham da experiência de viver em situação de rua, em Centros de Acolhida ou em ocupações. O envolvimento com essas mulheres aconteceu por meio de territórios diferentes, mas com uma circunstância comum que é ter a rua como lugar de moradia. Desse modo, o compartilhamento de experiências ocorreu por meio de trabalho junto ao Cisarte; à ocupação Tia Estela, e ao coletivo SP Invisível. A pesquisa de campo teve como inspiração uma metodologia etnográfica, respaldando-se em princípios metodológicos que fluíram durante o pesquisar que são: a escuta ético-política; as virtudes da cautela e a identificação de campos de sensibilidade para os afetos alegres. Orientada pela psicologia sócio-histórica e pela filosofia spinozista, constatou-se a presença de alegrias poderosas que direcionam o olhar não somente para o fatalismo e escassez de recursos; mas também para a potência que habita os corpos femininos na manutenção diária de suas vidas neste contexto

Downloads

Publicado

2022-05-27

Como Citar

Camilo dos Santos, L. M. (2022). Análise da Afetividade entre Mulheres em Situação de Rua na cidade de São Paulo. Revista Eletrônica Mutações, 14(22), 14–28. Recuperado de //www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/relem/article/view/9975