A periferia e suas bandeiras de luta: a importância do protagonismo “marginal” na literatura de Manaus/AM

Autores

  • Jalna Gordiano

Resumo

Debater a literatura periférica de viés marginal, realizada a partir da experiência das ruas e do caos da vida, é ato de alto valor e interesse social. E, justamente, um dos preceitos de atuação dos assistentes sociais, diz que é dever da profissão seguir um “projeto vinculado ao processo de construção de uma nova ordem societária, sem dominação, exploração de classe, etnia e gênero” (art. VIII do Código de Ética do Serviço Social). Partindo do pressuposto, foi por meio de pesquisa bibliográfica e etnográfica que se refletiu sobre mudanças no tecido social ocorridas por meio da agitação causada pela literatura de periferia/marginal. A proposta foi tratar sobre o que é literatura e seus desdobramentos, até chegarmos ao significado da escrita periférica, que tomou lugar definitivo na cultura do Estado.

Downloads

Publicado

2022-05-27

Como Citar

Gordiano, J. (2022). A periferia e suas bandeiras de luta: a importância do protagonismo “marginal” na literatura de Manaus/AM. Revista Eletrônica Mutações, 14(22), 154–163. Recuperado de //www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/relem/article/view/10657