CONTEXTO INDÍGENA E ENSINO DIFERENCIADO - POSSIBILITANDO CONHECIMENTOS SIGNIFICATIVOS EM EDUCAÇÃO E SAÚDE

  • Kellyane Lisboa Ramos Universidade Federal do Amazonas
  • Eulina Maria Leite Nogueira Universidade Federal do Amazonas

Resumo

Este artigo busca discutir sobre o contexto indígena e ensino diferenciado pautados numa relação entre educação e saúde e mostrar a utilização do RCNEI e a interdisciplinaridade como instrumento que possibilite ações e conhecimentos significativos em busca da promoção da saúde. Além de discorrer sobre os impactos causados pelas relações de contato estabelecidas com os povos indígenas, bem como refletir como o desenvolvimento nesse contexto contribuiu para mudanças sobre concepções de saúde dos mesmos. A ideia de desenvolvimento que chega aos povos indígenas pouco ou quase nada contribuem para a sua qualidade de vida, a maioria das vezes esse desenvolvimento chega apenas para pequena parte da população. Devemos considerar que a cultura é dinâmica e com o tempo e as relações de contato passam por um processo de ressignificação, no entanto é necessário que essas mudanças possam ser discutidas e compreendidas em uma concepção dialética, e mais ainda é importante que a escola, no contexto indígena possa propor discussões e possibilitar um ensino crítico problematizando fatores interligados á saúde. Pois, considera-se nesse sentido que a escola torna-se um local de discussões entre educação e saúde que utilizando o Referencial Curricular Nacional para as Escolas Indígenas como também da interdisciplinaridade pode estar promovendo uma conscientização crítica, proporcionando um ensino diferenciado que possa estar potencializando saberes necessários para a promoção da saúde indígena no sentido de qualidade, diferenciada, resgatando saberes tradicionais.

 

Palavras-chave: Contexto Indígena. Desenvolvimento Social. RCNEI. Saúde.

Biografia do Autor

Kellyane Lisboa Ramos, Universidade Federal do Amazonas

Mestranda no Programa de Ensino de Ciências e Humanidades –PPGECH-IEAA-UFAM

Eulina Maria Leite Nogueira , Universidade Federal do Amazonas

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Docente da Universidade Federal do Amazonas. Instituto de Educação Agricultura e Ambiente IEAA/UFAM, atuando na graduação e pós graduação.

Publicado
2020-05-29