A práxis na prática docente

relato de experiência em estágio de docência

Autores

  • Sandra Rejane Viana de Almeida Universidade Federal do Amazonas - UFAM https://orcid.org/0000-0001-6324-1694
  • Andrea Celeste Artica Castro Universidade Federal do Amazonas - UFAM
  • Evandro Ghedin Universidade Federal do Amazonas - UFAM

DOI:

https://doi.org/10.29280/rappge.v8i1.12627

Palavras-chave:

Estágio de Docência, Formação Inicial, Práxis Docente

Resumo

Este trabalho tem o objetivo de descrever a experiência vivida no Estágio de Docência do curso de doutorado do PPGE/UFAM em uma turma do curso de Pedagogia da Universidade Federal do Amazonas, baseado em pesquisa documental a fim de fundamentar as reflexões relacionadas ao processo educacional estabelecido nos momentos de aprendizagem e compartilhamento de saberes entre professores e estudantes — uma metodologia sistemática na qual a participação das estagiárias se deu de forma direta, por seus envolvimentos nas aulas. A análise foi realizada a partir da interpretação do que foi observado nas atividades realizadas. Concluímos que o estágio no ensino superior colabora no processo formativo de estudantes, mobilizado pelas experiências que podem ser refletidas a partir das observações da realidade cotidiana em que as práticas da docência de fato acontecem, possibilitando a experiência possível para ajustar práticas docentes, e que porventura precisem de uma confrontação com a teoria, a fim de aperfeiçoar os saberes existentes, portanto, um campo para a pesquisa em educação.

Biografia do Autor

Sandra Rejane Viana de Almeida, Universidade Federal do Amazonas - UFAM

É doutoranda em Educação - Universidade Federal do Amazonas, mestra em Sociedade e Cultura na Amazônia - Universidade Federal do Amazonas (2020), graduada em Filosofia - Universidade Federal do Amazonas (2007) e Pedagogia - Instituto Brasil de Ensino. É docente na Secretaria Municipal de Educação de Manaus. Tem experiência na área de Educação e realiza pesquisas sobre o processo cognitivo da emoção, formação de professores e saberes tradicionais.

Andrea Celeste Artica Castro, Universidade Federal do Amazonas - UFAM

Possui graduação em Pedagogia y Ciencias de la Educaciòn - Universidad Nacional Autonoma de Honduras (2020). Mestranda do Programa de Pos Graduação em Educação PPGE-UFAM. 

Evandro Ghedin, Universidade Federal do Amazonas - UFAM

Professor Titular da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Possui Pós-doutorado em Didática pela Faculdade de Educação da USP (2010). É Doutor em Filosofia da Educação pela USP (2004). Mestre em Educação pela UFAM (2000). Especialista em Antropologia da Amazônia pela UFAM. Especialista em Filosofia e Existência pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Graduado em Filosofia pela UCB (1995). Professor Permanente no PPGECEM - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática (REAMEC). Professor Permanente no PPGE-UFAM. Professor Permanente no PGEDA - Doutorado em Educação na Amazônia - EDUCANORTE. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação em Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: Didática e Formação de Professores; Metodologia da Pesquisa em Educação; Epistemologia; Educação em ciências; Filosofia da Educação. Atuou na Educação Básica da Rede Pública e Privada por 5 anos. É professor Universitário desde 1997. É autor de diversos livros e artigos científicos na área da Educação.

Referências

ALVES, Rubem. Entre a ciência e a sapiência: o dilema da educação. Campinas, São Paulo: Papirus, 2003.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 8. Ed. Brasília: Câmara dos deputados, Coordenação de Publicação.

BRASIL. Portaria nº 343 de 17 de março de 2020. Ministério da Educação e do Desporto.

DEWEY, John. Experiência e educação. São Paulo: Nacional, 1976.

DUSSEL, Enrique. Ética comunitária. Petrópolis: Vozes, 1987.

GHEDIN, Evandro. Ensino de filosofia no Ensino Médio. São Paulo: Cortez, 2009.

GHEDIN, Evandro. Professor reflexivo: da alienação da técnica à autonomia da crítica. In: PIMENTA. Selma Garrido; GHEDIN, Evandro. Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2012.

GHEDIN, Evandro. HERCULANO, Villian da Costa. Categorias fundamentais para pensar a educação do campo. In: GHEDIN, Evandro. Fundamentos filosóficos à Educação do Campo. Boa Vista: Editora da UFRR, 2016.

GHEDIN, Evandro; PEREIRA, Waldiléia do Socorro Cardoso; COSTA, Lucinete Gadelha da. Educação e ética: uma reflexão à luz do pensamento de Paulo Freire. In: GHEDIN, Evandro. Fundamentos filosóficos à Educação do Campo. Boa Vista: Editora da UFRR, 2016.

GHEDIN, Evandro; SILVA, Neucilene Maria Monteiro. A questão da cientificidade da prática pedagógica escolar com base na filosofia da educação de Anísio Teixeira. In: GHEDIN, Evandro. Fundamentos filosóficos à Educação do Campo. Boa Vista: Editora da UFRR, 2016.

GHEDIN, Evandro; SILVA, William Costa da. A questão da politicidade da prática pedagógica na perspectiva do pensamento de Dermeval Saviani. In: GHEDIN, Evandro. Fundamentos filosóficos à Educação do Campo. Boa Vista: Editora da UFRR, 2016.

GHEDIN, Evandro. Aula ministrada no dia 14 de set de 2022. Plano de Ensino: Filosofia e Educação II, Departamento de Teorias e Fundamentos, Faculdade de Educação da Universidade Federal do Amazonas, 2022.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2001.

LARROSA BONDÍA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. Revista Brasileira de Educação. N. 19, p. 20-28, jan./fev./mar./abr. 2002.

MORAN, José Manuel. Ensino e aprendizagem inovadores co tecnologias audiovisuais e telemáticas. In: MORAN, José Manuel; MASETTO, Marcos T.; BEHRENS, Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógicas. Campinas: Papirus, 2006.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio de docência: diferentes concepções. Revista Poíeses Pedagógica. Niterói v.3, n.3 e 4, 2006. Disponível em: https://periodicos.ufcat.edu.br/poiesis/article/view/10542. Acesso em: 02 de out de 2023.

PINTO, Álvaro Vieira. Ciência e existência: problemas filosóficos da pesquisa científica. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

SAVIANI, Dermeval. História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2013.

SAVIANI, Dermeval. Do senso comum à consciência filosófica. Campinas: Autores Associados, 2004.

SEVERINO, Antonio Joaquim. La filosofia de la educación en Brasil: círculos hermenêuticos. Espacios en Blanco, Serie Indagaciones, nº 14, jun de 2004. Disponível em: https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwjx--KD0diBAxWMhP0HHZQLBnAQFnoECBkQAQ&url=https%3A%2F%2Fbiblioteca.clacso.edu.ar%2FArgentina%2Funicen%2F20190514045357%2FRevista_Espacios_en_Blanco_N14.pdf&usg=AOvVaw1Oa_ZEg5RldPpubMOCr91j&opi=89978449 .Acesso em: 02 de out de 2023.

Publicado

30-12-2023

Como Citar

VIANA DE ALMEIDA, S. R.; ARTICA CASTRO, A. C. .; GHEDIN, E. . A práxis na prática docente: relato de experiência em estágio de docência. Revista Amazônida: Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 1–16, 2023. DOI: 10.29280/rappge.v8i1.12627. Disponível em: //www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/amazonida/article/view/12627. Acesso em: 25 maio. 2024.