O curso de licenciatura em pedagogia do IFPA

contribuições para a formação inicial de professores (as) para a educação das relações étnico-raciais

Autores

  • Wilma de Nazaré Baía Coelho Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Maria Luiza Nunes da Silveira Secretaria Municipal de Educação de Irituia/PA
  • Nicelma Josenila Costa de Brito Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)

DOI:

https://doi.org/10.29280/rappge.v8i1.11529

Palavras-chave:

Formação Inicial, Educação Básica, ERER, Licenciatura em Pedagogia, Projeto Pedagógico de Curso

Resumo

Este artigo apresenta a análise documental do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e do Projeto Pedagógico do curso de Licenciatura em Pedagogia do IFPA, com o objetivo de identificar como tem sido incorporada a Educação das Relações Étnico-Raciais (ERER) no percurso formativo dos(as) futuros(as) professores(as) que atuarão na Educação Básica – Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Portanto, concluímos que a educação das relações étnico-raciais tem sido incorporada na Proposta Pedagógica do curso de Licenciatura em Pedagogia desde 2007, e que o IFPA tem investido esforços em atender às orientações das DCNERER, por meio do encaminhamento de ações que perpassam o âmbito da formação inicial de professores(as) para a Educação Básica.

Biografia do Autor

Wilma de Nazaré Baía Coelho, Universidade Federal do Pará - UFPA

Doutora em Educação/UFRN. Professora da UFPA, desde 1994. Professora da Faculdade de História/IFCH, desde 2009. Integra o corpo docente do Doutorado em Rede (Educanorte), do qual foi Vice-Coordenadora (05/2020 a 11/2020) e depois Coordenadora (2020 a 2021), Por essa última atuação, recebeu Menção elogiosa por meio da Portaria Nº 11/2021. Docente do Programa de Pós-Graduação em Currículo e Gestão da Escola Básica (PPEB), do qual participou como Vice-Coordenadora da Linha de Currículo (2022-2023). Líder do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Formação de Professores e Relações Étnico-Raciais (NEAB/UFPA). Consultora ad hoc do CNPq e CAPES e Parecerista Ad hoc de diversas Revistas Científicas. Integra a Comissão Editorial/Comitê Científico de diversos periódicos nacionais, entre esses, a Revista Brasileira de Educação. É membro da ABPN; ANPUH; ABEH e ANPEd, da qual é 2ª Secretária (2021-2023) e Presidenta da Comissão de Diversidade, Acessibilidade e Ações Afirmativas/ANPEd (2021-2023) e foi Coordenadora do GT21/ANPEd (2015-2017). Integra a Red Panamazónica para la Formación y Enseanza de la Historia; o Grupo de Pesquisa Etrúria-(UFMT) e o SOU_CIÊNCIA-Centro de Estudos Sociedade, Universidade e Ciência (UNIFESP). Responsável pela renovação do Acordo de Cooperação Internacional com a Universidade Pedagógica de Maputo/Moçambique e a Universidade Federal do Pará (iniciado em 2023). Integrou pesquisas em rede internacional com a UFPR (2019-2023); UFES (2019-2022) e com a UFMA (2019-2022), e em rede nacional, com a UFMG (2009-2012); e com a UFPR (2015-2016). Atuou como Membro do Comitê Julgador da chamada CNPq N°07/2022- Apoio à Pesquisa Científica, Tecnológica e de Inovação; do Comitê Julgador do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas-AF CNPq Nº 34/2022; do Comitê Julgador da chamada CNPq Nº02/2021 e Comitê de Julgador do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas-AF/ CNPQ/2020. Entre 2018 a 2022, publicou 26 artigos em revistas qualificadas; 8 Livros Organizados; 1 livro autoral e 47 Capítulos de livros. No CEERT, integrou a Comissão da Oficina Colaborativa para Concepção do Edital Equidade Racial na Educação Básica/ CEERT/2019; atuou como supervisora de projeto de pesquisa do CEERT/2020-2022 e integrou a Equipe de Avaliação-CEERT/2020. Atuou na Administração Superior - DAAD/PROEG/UFPA (2016-2018). Coordenou 2 Cursos de Especialização em ERER para o Ensino Fundamental, (2010-2011 e 2015-2016) e um Curso de Aperfeiçoamento Relações Étnico-Raciais na Educação Básica (2017-2018), financiados pelo MEC/UNIAFRO. Foi Pró-reitora de Ensino e Graduação Pró-Tempore da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira- UNILAB (2013-2014). Atuou como Vice Coordenadora Nacional do Consórcio Nacional dos Núcleos de Estudos Afro-brasileiros (CONNEABS-Gestão 2012-2014). Participou da Diretoria da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN-Gestão 2014-2016). Recebeu Menção Honrosa do PPGCEM-UFPA, pela atuação e dedicação ao Programa (DEZ-2022). Condecorada com o Diploma de Mérito ZUMBI DOS PALMARES, conferido pela Câmara de Vereadores de Belém (2016). Integrou a Diretoria Regional Norte da ABPN (Gestão 2010-2012 e Gestão 2004-2006). Coordenou a Linha Currículo e Formação de Professores, do PPGED/UFPA (2007-2009). Orientou 19 Dissertações, 7 Teses, 53 orientações de Iniciação Científica até o presente momento. Desenvolve e orienta pesquisas nas temáticas: Formação de Professores e Educação das Relações Étnico-Raciais. Bolsista Produtividade 1D do CNPq. Email: wilmacoelho@yahoo.com.br.

Maria Luiza Nunes da Silveira, Secretaria Municipal de Educação de Irituia/PA

Mestra em Educação Básica, na linha de Pesquisa Currículo e Getão da Escola Básica, pelo Programa de Pós-graduação Escola Básica( PPEB/UFPA), especialista em História e Cultura Afro-brasileira e Africana (UNIASSELVI), pedagogia (UVA), ciências Sociais (UFPA). Integrante do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Formação de Professores e Relações Étnico-raciais (GERA/UFPA), professora na rede municipa de de Irituia/PA, tem experiência em educação geral atuando como professora e coordenadora pedagógica na educação básica nos anos iniciais do ensino fundamental.

Nicelma Josenila Costa de Brito, Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)

Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Pará (UFPA). Mestra em Educação pelo mesmo programa (2010). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará (2000). Professora da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), no Curso de Licenciatura em Pedagogia. Pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre Formação de Professores e Relações Étnico-Raciais - GERA, da Universidade Federal do Pará. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Orientação Educacional, Formação de Professores e Relações Étnico-Raciais.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução de Luís Antero Reta e Augusto Pinheiro. São Paulo: edições 70, 2016.

BRASIL. Lei N. 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei n. 9. 394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Brasília - DF, 2003. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm. Acesso em: 12 de dez. 2022.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP N. 1, de 17 de junho de 2004. Diretrizes Curriculares Nacionais para a educação das relações étnico-raciais e para o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana. 2004b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/res012004.pdf. Acesso em: 12 de dez. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Parecer CNE/CP N. 5, de 13 de dezembro de 2005. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Pedagogia. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/pcp05_05.pdf. Acesso em: 12 de dez. 2022.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP N. 1, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf. Acesso em: 12 de dez. 2022.

BRASIL. Decreto N. 6.095, de 24 de abril de 2007. Estabelece diretrizes para o processo de integração de instituições federais de educação tecnológica, para fins de constituição dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia - IFET, no âmbito da Rede Federal de Educação Tecnológica. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/ato2007-2010/2007/decreto/d6095.htm. 12 de dez. 2022.

BRASIL. Lei N. 11.645, 10 de março de 2008. Altera a Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei n. 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade de temática “História e Cultura Afro-brasileira e Indígena”. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm. Acesso em: 12 dez. 2022.

BRASIL. Lei N. 11.892, 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11892.htm. Acesso em: 12 dez. 2022.

BRASIL. Decreto N. 7.022, de 2 de dezembro de 2009. Estabelece medidas organizacionais de caráter excepcional para dar suporte ao processo de implantação de Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, criada pela Lei n. 11.892, de 29 de dezembro de 2008, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Decreto/D7022.htm. pdf. Acesso em: 12 dez. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CP N. 1, de 9 de agosto de 2017. Altera o Art. 22 da Resolução CNE/CP nº 2, de 1º de 2015, que define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=70141-rcp001-17-pdf&category_slug=agosto-2017-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 12 dez. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução N. 2, de 20 de dezembro de 2019. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial de Professores para a Educação Básica e institui a Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC-Formação). Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/dezembro-2019-pdf/135951-rcp002-19/file. Acesso em: 12 dez. 2022.

BRZEZINSKI, I. Pedagogia e pedagogos e formação de professores: busca e movimento. Campinas, SP: Papirus, 1996.

COELHO, Mauro Cezar, COELHO, Wilma de Nazaré Baía. As Licenciaturas em História e a Lei 10.639/03: percursos de formação para o trato com a Diferença? Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 34, p.1-39, 2018. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/bitstream/2011/11343/1/Artigo_LicenturasHistoriaLei.pdf. Acesso em: 12 dez. 2022.

COELHO, Mauro Cezar; COELHO, Wilma de Nazaré Baía. Educação para as Relações Étnico-Raciais e a formação de professores de História nas novas diretrizes para a formação de professores! Educar em Revista, Curitiba, v. 37, p. 1-25, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/er/a/h5n5B78LkcMTWxWbc95t5BF. Acesso em: 12 dez. 2022.

COELHO, Wilma de Nazaré Baía. A cor ausente: um estudo sobre a presença do negro na formação de professores – Pará, 1970-1989. 2. ed. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2009.

COELHO, Wilma de Nazaré Baía; COELHO, Mauro Cezar. Entre virtudes e vícios: educação, sociabilidade, cor e ensino de História. São Paulo: Editora Livraria Física, 2014.

COELHO, Wilma de Nazaré Baía. Formação de professores e relações étnico-raciais (2003-2014): produção em teses, dissertações e artigos. Educ. em Revista, Curitiba, v. 34, n. 69, p. 97-122, maio/jun. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602018000300097&lang=pt. Acesso em: 12 dez. 2022.

GATTI, Bernardete Angelina; BARRETO, Elba Siqueira de Sá; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo de; Afonso; ALMEIDA, Patrícia Cristina Albieri de. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília: UNESCO, 2019. Disponível em: https://www.fcc.org.br/fcc/wp-content/uploads/2019/05/Livro_ProfessoresDoBrasil.pdf. Acesso em: 12 dez. 2022.

INSTITUTO FEDERAL DO PARÁ. Projeto Pedagógico Curso de Licenciatura em Pedagogia. Belém, PA: IFPA, 2017.

INSTITUTO FEDERAL DO PARÁ. PDI: Plano de Desenvolvimento Institucional. Belém, PA: IFPA, 2019. Disponível em: https://ifpa.edu.br/documentos-institucionais/0000/pdi-2019-2022/4759-pdi-2019-2023/file. Acesso em: 12 dez. 2022.

INSTITUTO FEDERAL DO PARÁ. Projeto Pedagógico Curso de Licenciatura em Pedagogia. Belém, PA: IFPA, 2021. Disponível em: https://sigaa.ifpa.edu.br/sigaa/public/curso/ppp.jsf?lc=pt_BR&id=94477. Acesso em: 12 dez. 2022.

LÜDKE, Menga. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2. ed. Reimpr. Rio de Janeiro: E.P.U, 2020.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Orientações e Ações para Educação das Relações Étnico-Raciais. Brasília: MEC; SECAD, 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/orientacoes_etnicoraciais.pdf. Acesso em: 12 dez. 2022.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Plano Nacional de Implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana. Brasília: MEC, 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=1852-diretrizes-curriculares-pdf&category_slug=novembro-2009-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 12 dez. 2022.

ROCHA, Helena do Socorro Campos. Histórico do NEAB no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - IFPA (Campus Belém) (2005-2018), 2019, livro digital. Disponível em: https://educapes.capes.gov.br/handle/capes/585948. Acesso em: 12 dez. 2022.

VEIGA, Ilma Passos. Alencastro. Planejamento Educacional: uma abordagem político-pedagógico em tempos de incertezas. Curitiba: CRV, 2019.

Publicado

31-07-2023

Como Citar

DE NAZARÉ BAÍA COELHO, W.; SILVEIRA, M. L. N. da; BRITO, N. J. C. de. O curso de licenciatura em pedagogia do IFPA: contribuições para a formação inicial de professores (as) para a educação das relações étnico-raciais. Revista Amazônida: Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas, [S. l.], v. 8, n. 1, 2023. DOI: 10.29280/rappge.v8i1.11529. Disponível em: //www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/amazonida/article/view/11529. Acesso em: 18 maio. 2024.