CONSTRUINDO UMA IDENTIDADE ACADÊMICA - REFLEXÃO ACERCA DA MONITORIA NO IEAA/UFAM

  • Felipe Augusto Marques de Freitas Universidade Federal do Amazonas
  • Maria Isabel Alonso Alves Universidade Federal do Amazonas

Resumo

Este trabalho surgiu da experiência vivida na monitoria da disciplina de Metodologia do Estudo e da Pesquisa no âmbito das licenciaturas em Ciências: Biologia e Química e Matemática e Física ofertadas no Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente da Universidade Federal do Amazonas (IEAA/UFAM), Campus Vale do Rio Madeira, em Humaitá, Amazonas, no segundo semestre de 2017. O objetivo desta proposta é relatar a importância da monitoria na construção da identidade acadêmica do monitor acadêmico. A metodologia assumida neste trabalho parte da pesquisa qualitativa em educação, tendo como base os apontamentos de Ludke e André (2013) e Oliveira (2007) que definem a pesquisa qualitativa como interpretativa, pois parte de análises subjetivas e leva em consideração o sujeito pesquisado. Para sustentar as análises postas, buscamos apoio em autores que abordam a construção da identidade acadêmica, bem como processos formativos nos contextos universitários. Como suporte para as análises os seguintes  autores: Dias (2007); Freire (2005); Frison e Moraes (2010); Matoso (2014); Natário e Santos (2010); Oliveira (2007) e outros que discutem sobre a monitoria no meio acadêmico e o conceito de experiência (JOSSO, 2004) como campo formativo, bem como a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB 9.394/96). A experiência da monitoria contribuiu na construção da identidade acadêmica no âmbito educacional, momento considerado crucial na identificação com a profissão docente do acadêmico em formação por se tratar do primeiro passo rumo à docência.

 

Palavras-chave: Experiência. Educação.  Ensino. Monitoria.

Biografia do Autor

Felipe Augusto Marques de Freitas, Universidade Federal do Amazonas

Graduando em Licenciatura Ciências Biologia e Química pela Universidade Federal do Amazonas, campus Vale do Rio Madeira, IEAA.

Maria Isabel Alonso Alves, Universidade Federal do Amazonas

Doutora em Educação pela Universidade Católica Dom Bosco,

Docente da Universidade Federal do Amazonas, campus Vale do Rio Madeira, IEAA

Publicado
2020-05-29