INTERFACES ENTRE PRÁTICAS INDIGENISTAS DE ESTADO E POLITICAS PÚBLICAS NO ENFRENTAMENTO DA COVID-19 NO VALE DO JAVARI: O CASO DO POVO TÜKÜNA-KANAMARI

  • Danielle Moreira Brasileiro
  • Ricardo Sallum Freire

Resumo

Neste artigo seus autores procuram registrar e analisar o papel das políticas públicas voltadas à proteção de povos indígenas no Brasil durante a crise sanitária imposta pela Pandemia do Novo Coronavírus (Sars-CoV-2). Tem-se como base destas análises uma série de eventos e episódios vivenciados nas práticas indigenistas destes autores junto a uma das unidades descentralizadas da Fundação Nacional do Índio (Funai), a Coordenação Regional do Vale do Javari (CR-VJ). Estes, por sua vez, são analisados frente às reflexões estabelecidas na tese de doutorado de Brasileiro (2020), em específico naquilo que se refere à materialização das políticas públicas nas vidas dos Kanamari do Vale do Javari. Privilegiou-se ainda a metodologia da pesquisa bibliográfica e documental, com os dados primários coletados (onde?) e a reflexão das ações como agentes públicos, com o objetivo de redigir este artigo. E os dados secundários foram coletados de trabalhos publicados e devidamente atualizados. Palavras-Chaves: Pandemia Covid 19; Terra Indígena Vale do Javari; Tüküná-Kanamari; política pública.

Publicado
2021-05-24