OS GRANDES EMPREENDIMENTOS DO OESTE E LESTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO E SEUS IMPACTOS NA TEMPERATURA DA SUPERFÍCIE E NOS ÍNDICES DE VEGETAÇÃO E DE ÁREA CONSTRUÍDA

  • Andrews José de Lucena
  • Leonardo de Faria Peres

Resumo

A região metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ) é alvo de empreendimentos de grande
porte nos últimos cinco anos. O objetivo deste trabalho é analisar as transformações ocorridas no em
duas importantes áreas de desenvolvimento industrial, o complexo petroquímico do Rio de Janeiro
(COMPERJ) e o Porto de Itaguaí, a oeste e leste da metrópole, respectivamente, a partir de três
parâmetros em sensoriamento remoto: a temperatura da superfície continental (TSC), o índice de
vegetação por diferença normalizada (NDVI) e o índice de área construída (IBI). A análise é realizada
através da composição de máximo valor da TSC, do NDVI e do IBI para dois períodos distintos, 2004-
2007 e 2008-2011. Os resultados mostram as mudanças ocorridas naqueles parâmetros no espaço
geográfico da metrópole fluminense com a evolução daqueles empreendimentos.

Publicado
2012-10-06
Como Citar
José de Lucena, A., & Faria Peres, L. de. (2012). OS GRANDES EMPREENDIMENTOS DO OESTE E LESTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO E SEUS IMPACTOS NA TEMPERATURA DA SUPERFÍCIE E NOS ÍNDICES DE VEGETAÇÃO E DE ÁREA CONSTRUÍDA. REVISTA GEONORTE, 3(9), 541 -. Recuperado de //www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2514