A EVOLUÇÃO DA ILHA DE CALOR NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO

  • Andrews José de Lucena
  • Otto Corrêa Rotunno Filho
  • Leonardo de Faria Peres
  • José Ricardo de Almeida França

Resumo

A região metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ) tem atravessado inúmeras situações que
caracterizam desafios ambientais, dentre as quais está a ilha de calor urbana (ICU). O objetivo deste
trabalho é analisar a ilha de calor no espaço geográfico da RMRJ nos últimos 30 anos. A análise é
realizada a partir de mapas termais da temperatura da superfície continental (TSC) gerados de
compósitos de imagens de satélite Landsat que representam as décadas de 1980, 1990 e 2000,
conjugados a mapas de uso do solo que também estão associados a essas décadas. Os resultados
mostram um aumento da TSC em direção à década de 2000, como também a ampliação de espaços
mais quentes, que reforça o papel da ICU na metrópole fluminense.

Biografia do Autor

Andrews José de Lucena
UFAM
Publicado
2012-10-06
Como Citar
José de Lucena, A., Rotunno Filho, O. C., Faria Peres, L. de, & Almeida França, J. R. de. (2012). A EVOLUÇÃO DA ILHA DE CALOR NA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO. REVISTA GEONORTE, 3(9), 8 -. Recuperado de https://www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2475