PERCEPÇÃO DE DISCENTES SOBRE DOENÇAS TRANSMITIDAS POR POMBOS Columba livia ALIADA A EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Autores

  • Nathalie Catão Ramos Instituto Federal do Amazonas/IFAM Campus Manaus Centro – Amazonas/Brasil
  • Maria Fernanda da Silva Gomes Instituto Federal do Amazonas/IFAM Campus Manaus Centro – Amazonas/Brasil
  • Adriano Teixeira de Oliveira Instituto Federal do Amazonas/IFAM Campus Manaus Centro – Amazonas/Brasil

Palavras-chave:

Pombos, Superpopulação, Doenças, Intervenção, Didática

Resumo

A população de pombos domésticos Columba livia está crescendo de forma desordenada o que acarreta um problema ambiental e de saúde pública, tendo em vista que gera uma superpopulação e aumenta as possibilidades de transmitirem doenças aos outros animais e até mesmo aos seres humanos. Nesse sentido, a pesquisa buscou verificar a percepção de discentes sobre doenças transmitidas por pombos antes e posteriormente a uma intervenção didática. Foram utilizados questionários para coleta de dados, antes e posteriormente a uma intervenção didática que ocorreu sobre a forma de aula expositiva. O estudo foi realizado na Escola Estadual Dr Isaac Sverner, localizada no São José Operário, Zona Leste de Manaus. A pesquisa foi realizada com alunos do primeiro ano do Ensino Médio (N= 30). O projeto foi desenvolvido em 4 etapas: na primeira etapa houve o levantamento do conhecimento prévio dos alunos sobre o tema da pesquisa através de um questionário inicial, na segunda etapa foi elaborado uma aula sobre o tema da pesquisa com a utilização de slides contendo imagens e vídeos, na terceira etapa foi aplicado um jogo da velha para auxiliar na fixação do conteúdo e na quarta etapa foi aplicado o questionário final, que teve como objetivo avaliar a metodologia usada no trabalho e verificar o grau de assimilação do assunto apresentado ao aluno. No questionário inicial, os alunos demostraram possuir conhecimentos a respeito de problemas ambientais, porém não tinham idéia de como deve se proceder ao limpar as fezes desses animais e como conter o possível problema da superpopulação de pombos e os riscos para a saúde. Os resultados obtidos a partir do questionário final em relação às atividades, indicaram resultados positivos relacionados ao conhecimento dos alunos referente ao tema que foi abordado, os participantes conseguiam descrever métodos de prevenção, as doenças transmitidas pelos pombos e pelas suas fezes. Percebe-se que a população tem pouco conhecimento sobre o assunto apesar de estar presente no seu cotidiano. Dessa forma, abordar esse assunto no âmbito escolar através de aulas e atividades, pode contribuir de forma significativa para mostrar aos alunos que a educação ambiental pode auxiliar para que este problema não se agrave, e que os pombos não se tornem pragas como são considerados em algumas cidades do Brasil.

Downloads

Publicado

2021-06-23

Como Citar

RAMOS, N. C.; GOMES, M. F. da S.; DE OLIVEIRA, A. T. PERCEPÇÃO DE DISCENTES SOBRE DOENÇAS TRANSMITIDAS POR POMBOS Columba livia ALIADA A EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 3, n. esp., p. 19, 2021. Disponível em: https://www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/8699. Acesso em: 14 abr. 2024.