O Controle da Atividade Orientadora no ensino do conceito de Plantas

um sistema didático como estratégia na regulação da aprendizagem

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52894/CECi.2763-6623.v3.n1.e202305

Palavras-chave:

Base orientadora, Sistema didático, Controle da atividade.

Resumo

Esta pesquisa revela a caracterização de um sistema didático como proposta a autorregulação da aprendizagem no campo do ensino de ciências, cujos objetivos relacionam o ensino conceitual das plantas, a elaboração de uma atividade orientadora e um sistema de tarefas orientadas ao controle da atividade. Tem como referência a Teoria da Formação Planejada das Ações Mentais e dos Conceitos de P. Ya. Galperin a partir da qual se caracteriza uma base orientadora para identificar plantas e sua aplicação da atividade regulada da aprendizagem. Metodologicamente utiliza do enfoque sistêmico da atividade para caracterizar a natureza invariante da orientação, e traz como resultados a elaboração de um sistema didático e a discussão de sua utilização como ferramenta para autorregulação da aprendizagem

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Bizotto, F. M., Ghilardi-Lopes, N. P., & Santos, C. M. D. (2016). A vida desconhecida das plantas: concepções de alunos do Ensino Superior sobre evolução e diversidade das plantas. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 15(3), 394-411.

Galperin, P. Y. (1986). Sobre el método de formación por etapas de las acciones intelectuales. Antología de la Psicología Pedagógica y de la Edades. Editorial Pueblo y Educación. La Habana. Cuba.

Galperin, P. Y. (2001). Tipos de orientación y tipos de formación de las acciones y los conceptos. Rojas LQ, Solovieva Y (2009 c). Las funciones psicológicas en el desarrollo del niño. México: Trillas.

Galperin, P. (2001). Sobre la formación de los conceptos y de las acciones mentales: La ciencia psicológica en la URSS. TI 1959. 2. reimpr. ROJA, LQ (Comp.). La formación de las funciones psicológicas durante el desarrollo del niño.

Galperin, P. Y. (1989). The problem of attention. Soviet Psychology, 27(3), 83-92.

Leontiev, A. N., & Duarte, M. D. (1978). O desenvolvimento do psiquismo.

Leontiev, A. N. (1981). Actividad. Conciencia. Personalidad. Editorial Pueblo y Educación.Buenos Aires

Leontiev, A. N. (1981). Problemas del desarrollo de la psique. Moscú: Universidad Estatal de Moscú.

León, G. F. (2004). Maestro, para una didáctica del aprender a aprender: un punto de vista histórico culturalista. Editorial Pueblo y Educación.

MOÇO, M. C. D. C., & SERRANO, A. S. (2003). Análise das concepções alternativas de estudantes universitários de licenciatura em biologia após uso da internet. IV ENCONTRO, 1-14.

Núñez, I. B., & Ramalho, B. L. (2015). Conhecimento profissional para ensinar a explicar processos e fenômenos nas aulas de Química. Revista Educação em Questão, 52(38), 243-268.

Núñez, I. B., & Ramalho, B. L. (2017). A teoria da Formação Planejada das Ações Mentais e dos Conceitos de P. Ya. Galperin. Obutchénie: Revista de Didática e Psicologia Pedagógica, 70-97.

Núñez, I. B., Pinheiro, M. M., & Gonçalves, P. G. F. (2018) Controle e autorregulação da aprendizagem na teoria de P. Ya. Galperin. Linhas Críticas, Braília-DF (24), pp. 322-341

Pintrich, P. R. (2000). The role of goal orientation in self-regulated learning. In Handbook of self-regulation (pp. 451-502). Academic Press.

Sálmina, N. G. (1988). La actividad cognoscitiva de los alumnos y modos de construir la asignatura. La Habana: CEPES.

Talizina, N. F. (2000). Manual de psicología pedagógica. UASLP.

Zimmerman, B. J. (2000). Attaining self-regulation: A social cognitive perspective. In Handbook of self-regulation (pp. 13-39). Academic Press.

Zimmerman, B. J., & Kitsantas, A. (2005). The Hidden Dimension of Personal Competence: Self-Regulated Learning and Practice.

Downloads

Publicado

2023-09-05

Como Citar

FAÇANHA, A. A. de B. O Controle da Atividade Orientadora no ensino do conceito de Plantas: um sistema didático como estratégia na regulação da aprendizagem. Caderno Amazonense de Pesquisa em Ensino de Ciencias e Matemática, [S. l.], v. 3, n. 1, p. e202305, 2023. DOI: 10.52894/CECi.2763-6623.v3.n1.e202305. Disponível em: //www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/ceci/article/view/12814. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Fluxo Contínuo