DOENÇAS E DESIGUALDADES SOCIAIS EM AGLOMERADOS SUBNORMAIS NO BAIRRO DA REDENÇÃO – MANAUS (AM)

  • Jessyca Mikaelly Benchimol de Andrade UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS
  • Adorea Rebello da Cunha Albuquerque Universidade Federal do Amazonas

Resumo

Este estudo teve enfoque a cidade de Manaus, seguiu-se a classificação conhecida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE como aglomerados subnormais, este e o termo técnico na qual algumas instituições utilizam, no conceito geográfico são conhecidas como ocupações irregulares. Nesta pesquisa, selecionou-se o Bairro da Redenção situado na sub-bacia hidrográfica do Gigante, para se estudar detalhadamente as características dos aglomerados subnormais, situados no bairro Redenção. Os estudos visaram quantificar os setores de aglomerados subnormais e posteriormente fazer uma análise em relação às condições de saúde-doença nesses aglomerados subnormais, nessa perspectiva utilizou-se plataformas digitais do IBGE e DATASUS, na busca de analisar as desigualdades geoespaciais encontradas.

Publicado
2018-12-17
Como Citar
ANDRADE, Jessyca Mikaelly Benchimol de; ALBUQUERQUE, Adorea Rebello da Cunha. DOENÇAS E DESIGUALDADES SOCIAIS EM AGLOMERADOS SUBNORMAIS NO BAIRRO DA REDENÇÃO – MANAUS (AM). REVISTA GEONORTE, [S.l.], v. 9, n. 33, p. 213-217, dez. 2018. ISSN 2237-1419. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/revista-geonorte/article/view/4995>. Acesso em: 19 jan. 2019. doi: https://doi.org/10.21170/geonorte.2018.V.9.N.33.213.217.
Seção
Anais do Seminário de Projetos do Programa de Pós-graduação em Geografia -UFAM