CLIMA E SAÚDE: DIÁLOGOS GEOGRÁFICOS/ Climate and Health: Geographic Dialogues

  • Natacha Cíntia Regina Aleixo UFAM
  • João Lima Sant´´ Anna Neto UNESP

Resumo

O objetivo deste trabalho é discutir as perspectivas analíticas dos estudos sobre tempo, clima e saúde humana. A partir disso, abordou-se a análise da dimensão temporal e espacial dos estudos de clima e saúde desde a gênese da Climatologia no Brasil. A discussão englobou a relação clima e saúde humana, a partir do Sistema Clima urbano (Monteiro, 1976) e propôs a utilização de indicadores para desvendar a relação do tempo e clima como um condicionante do processo saúde-doença em áreas urbanas.

Referências

ALBUQUERQUE, M.B.M. et al. Doenças tropicais: da ciência dos valores à valorização da ciência na determinação climática de patologias. Ciência e Saúde Coletiva. v.4, n.2, p. 423-431, 1999.

ALEIXO, N. SILVANETO, J.C. COMO O CLIMA PODE TORNAR-SE UM INDICADOR DOS PROBLEMAS DE SAÚDE PÚBLICA? Anais do VI Simpósio Nacional de Geografia da Saúde, São Luís-MA, p. 1-12, 2013.

ALEIXO, N. C. R. Clima urbano e saúde: uma análise a partir de indicadores socioambientais. Revista GEOUECE , v. 3, p. 194-216-216, 2014.

ALVES FILHO, A. P; RIBEIRO, H. A percepção do caos urbano, as enchentes e sua repercussão nas políticas públicas na região metropolitana de São Paulo. Saúde e Sociedade, v.15, n.3, p.145-161, set-dez 2006.

BARBOSA, J.P.M. Estudo sobre a evolução dos eventos extremos de precipitação no setor paulista da serra do mar. Anais do XVII Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, São Paulo, 2007.

BARCELLOS, C. Constituição de um sistema de indicadores socioambientais. In.: Saúde e Ambiente sustentável: estreitando nós. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2002.

BARCELLOS, C (a). Os indicadores da pobreza e a pobreza dos indicadores: Uma abordagem geográfica das desigualdades sociais em saúde. In: Christovam Barcellos. (Org.). A geografia e o contexto dos problemas de saúde. 1 ed. Rio de Janeiro: Abrasco, 2008, v. 1, p. 107-139.

BARROS, M. Climas e endemias tropicais. Rev. Estudos Avançados. v 20, n.58, p.297-306, 2006.

BASALLA, G. La difusion de la ciência occidental. Cuadernos del seminário, v.3, n. 1/2ene-dic/1997.

CÂMARA, C.F., et al. Eventos pluviométricos intensos e impactos pluviais no bairro Mucuripe-Fortaleza/CE. In: X Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica, 2010, Fortaleza/CE. Anais... Fortaleza/CE. 2010.

CAMARGO, E.P. Doenças tropicais. Rev. Estudos avançados 22 (64), 2008.

COELHO-ZANOTTI, M.S.S. Uma análise estatística com vista a previsibilidade de internações por doenças respiratórias em função das condições meteorotrópicas na cidade de São Paulo. 2007, 195p. Tese de doutorado meteorologia. Universidade de São Paulo, São Paulo.

COMPANHIA DE SABEAMENTO AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO. CESTESB (ca.2010): Padrões e índices de qualidade do ar. Disponível em: http://www.cetesb.sp.gov.br/Ar/ar_indice_padroes.asp. Consultado em: 20 de abril de 2010.

CONTI, J.B. As relações sociedade/natureza e os impactos da desertificação nos trópicos. Cadernos Geográficos, Florianópolis, 2002.

FANGER, P. O. Thermal comfort: analysis and applications in environmental engineering. McGraw-Hill, New York, USA, 1972.

FERREIRA, M. E. M. C.; LOMBARDO, M. A.. A variabilidade climática e a ocorrência de malária na área de influencia do reservatório de Itaipu - Paraná, Brasil. In: João Lima Sant'Anna Neto. (Org.). Variabilidade e mudanças climáticas. Implicações ambientais e socioeconômicas. Maringá - PR: EDUEM-UEM, 2000, p. 147-163.

FERREIRA, F. L.; PRADO, R. T. A.. Medição do albedo e análise da sua influência na temperatura superficial dos materiais utilizados em coberturas de edifícios no Brasil. In: Boletim Técnico da Escola Politécnica da USP. São Paulo, EPUSP, 2003.

FROTA, A.B.; SCHIFFER, S.R. Manual de conforto térmico. São Paulo: Studio Nobel, 8. ed., 2003.

GAMBA, C. Avaliação da Vulnerabilidade Socioambiental dos distritos do município de São Paulo ao processo de escorregamento. 2001, 204f. Mestrado em Geografia- Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

GOBO, J. P. A.; SARTORI, M. G. B. O Vento Norte e os índices de violência doméstica em Santa Maria, RS. In: 8º Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica, 2008, Alto Caparaó. Anais... Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia, 2008. v. 1.

JENDRITZKY,G. et al. Urban Bioclimatology. Report of the Technical Conference on Tropical Urban Climates, 1993. Dhaka, Blangladesh. WCASP 30. WHO/TDn.647. p.245-264, 1994.

LECHA, E. Prognósticos biometeorológivos: via para redicur La ocurrencia de crisis de salude. Caso Sagua La Grandre. Cub. Salud pública. v. 34, n.1, 2008.

LIMA, S.; GUIMARÃES, R.B. Determinação social no complexo tecno-patogênico informacional da malária. Revista Hygeia 3(5):58 - 77, Dez/2007.

MENDONÇA, F. Aspectos da interação clima – ambiente – saúde humana: Da relação sociedade-natureza à (in)sustentabilidade ambiental. RA’E GA – O espaço geográfico em análise, v. 4, n. 4, pg.85-100, 2000.

MENDONÇA, F. Geografia socioambiental. In: Elementos de epistemologia da geografia contemporânea. Curitiba: UFPR, 2002.

MENDONÇA, F. e PAULA, E. V. Análise geográfica da dengue no Paraná e em Curitiba no período 1995-2002: um enfoque climatológico. In.: V Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica. Curitiba, 2002. Anais...(CD-ROM), UFPR: Curitiba, 2002.

MENDONÇA, Francisco e DANNI-OLIVEIRA, Inês Moresco. Climatologia – Noções básicas e climas do Brasil. São Paulo: Editora Oficina e Textos, 2007.

MENDONÇA, et al. Aspectos sócio-ambientais da expansão da dengue no Paraná. Anais do ANNPAS, 2007.

MENDONÇA, F. Riscos e vulnerabilidades socioambientais urbanos: a contingência climática. Revista Mercator - volume 9, número especial (1), 2010.

MONTEIRO, C. A de F. Análise rítmica em climatologia – problemas da atualidade climática em São Paulo e achegas para um programa de trabalho. Climatologia 1, São Paulo, n. 1, 1971.

MONTEIRO, C.A. de F. Teoria e Clima Urbano. São Paulo: Universidade de São Paulo, Instituto de Geografia, 1976.

MONTEIRO, C. A de F.; Mendonça, F. Clima Urbano: teoria e clima urbano. Ed.Contexto, 2003.

MORAN, F. Adaptabilidade Humana. Edusp, 1994.

PEIXOTO, A. Clima e saúde. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1938.

PITTON, S. E. e DOMINGOS, A. E. Tempos e doenças: efeitos dos parâmetros climáticos nas crises hipertensivas nos moradores de Santa Gertrudes - SP. In. Estudos Geográficos. Rio Claro, vol. 02, nº. 01, p.75-86, 2004.

RIBEIRO, H. Ilha de calor na cidade de São Paulo: sua dinâmica e efeitos na saúde da população. Tese de Livre-docência, Faculdade Saúde Pública da Universidade de São Paulo, 1996.

RIBEIRO, H. Heat Island in São Paulo, Brazil: effects on health. Critical Public Health, Londres, v. 15, n. 2, p. 147-156, 2005.

SANT´ANNA NETO, J.L. História da climatologia no Brasil. Cadernos Geográficos, Florianópolis, n. 7, 2004.

SANT'ANNA NETO, J.L. Da climatologia geográfica à geografia do clima: gênese, paradigmas e aplicações clima como fenômeno geográfico. Revista da ANPEGE, v. 4, p. 1-18, 2008.

SANT´ANNA NETO, J.L. O clima urbano como construção social: da vulnerabilidade polissêmica das cidades enfermas ao sofisma utópico das cidades saudáveis. Revista Brasileira de Climatologia, ano 7, v. 8, p. 45-60, 2011.

SARTORI, M. G. B. Gênese e caracterização do Vento Norte regional e em Santa Maria, RS. Revista Geo UERJ, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 674-683, 2003.

SARTORI, M. G. B. Clima e Percepção. Tese de Doutorado em Geografia da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

SIGAUD, J.F.X. Do Clima e das Doenças do Brasil Ou Estatística Medica Deste Império. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2009.

SILVA, E.N. Ambientes atmosféricos intraurbanos em São Paulo e possíveis correlações com doenças do aparelho respiratório e circulatório. 2010, 215 f. Tese de doutorado em Saúde Pública. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

SILVA, A.F.S. Avaliação da qualidade ambiental interior de um edifício climatizado artificialmente. Dissertação em Engenharia Hidráulica e Saneamento. Escola de Engenharia São Carlos. Universidade de São Paulo, 2010.

SOBRAL, H.R. Poluição do ar e doenças respiratórias em criança da Grande São Paulo: um estudo de geografia médica. Tese. (Doutorado em Geografia). São Paulo: Universidade de São Paulo, 1988.

SORRE, M. A adaptação ao meio climático e biossocial – geografia psicológica. In: MEGALE, J. F. (Org.). São Paulo: Ática, 1984. 293

SORRE, M. Los Fundamentos Biológicos de La Geografia HumanaIn: MENDOZA, J. G.; JIMÉNEZ, J. M.; CANTERO, N. O. (Org.) El pensamiento geográfico: Estudio interpretativo y antología de textos Madrid: Alianza Editorial, 1982.
Publicado
2017-12-22
Como Citar
ALEIXO, Natacha Cíntia Regina; SANT´´ ANNA NETO, João Lima. CLIMA E SAÚDE: DIÁLOGOS GEOGRÁFICOS/ Climate and Health: Geographic Dialogues. REVISTA GEONORTE, [S.l.], v. 8, n. 30, p. 78-103, dez. 2017. ISSN 2237-1419. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/revista-geonorte/article/view/4070>. Acesso em: 17 out. 2018. doi: https://doi.org/10.21170/geonorte.2017.V.8.N.30.78.103.
Seção
Artigos