DELIMITAÇÃO DA ORLA MARÍTIMA DO MUNICÍPIO DE MACAU – RN, UTILIZANDO SOFTWARE LIVRE/ Demarcation of the maritime edge of the Macau municipality – RN, using free software.

  • Camilo Vinícius Trindade Silva
  • Hermínio Sabino de Oliveira Júnior
  • Clara Lívia Câmara e Silva
  • Jacques Carvalho Ribeiro Filho Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • José Bandeira Brasil

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi delimitar a orla marítima do município de Macau – RN, por meio de software livre. A orla marítima constitui a faixa de contato da terra firme com um corpo de água e pode ser formada por sedimentos consolidados, não consolidados ou rochas, geralmente na forma de escarpas ou falésias de variados graus de inclinação.  Esta faixa possui uma porção aquática, uma porção em terra e uma faixa de contato e sobreposição entre estes meios. Assim, os limites genéricos estabelecidos para a orla marítima são a isóbata de 10 metros a partir do limite terrestre, na porção oceânica e, na faixa emersa, a distância de 50 metros no sentido da retroterra em áreas urbanizadas e 200 metros em áreas não urbanizadas. O trabalho foi conduzido no software gratuito QGIS 2.8.7, com o auxílio dos complementos QuickMapServices e MMQGIS, para a utilização de imagens do Google Satellite e a geração das faixas por meio de comando buffer, seguindo as diretrizes estabelecidas no Projeto de Gestão Integrada da Orla Marítima – Projeto Orla. Os resultados obtidos demostraram a eficácia da metodologia aplicada e satisfizeram as recomendações do Projeto Orla. Portando, os procedimentos poderão ser úteis para que as equipes dos Comitês Gestores da Orla possam proceder a delimitação de faixa de maneira mais efetiva, por meio da utilização do geoprocessamento, em especial dos softwares livres

Publicado
2017-12-22
Como Citar
SILVA, Camilo Vinícius Trindade et al. DELIMITAÇÃO DA ORLA MARÍTIMA DO MUNICÍPIO DE MACAU – RN, UTILIZANDO SOFTWARE LIVRE/ Demarcation of the maritime edge of the Macau municipality – RN, using free software.. REVISTA GEONORTE, [S.l.], v. 8, n. 30, p. 43-62, dez. 2017. ISSN 2237-1419. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/revista-geonorte/article/view/3794>. Acesso em: 22 jan. 2018. doi: https://doi.org/10.21170/geonorte.2017.V.8.N.30.43.62.