A GEOGRAFIA POLÍTICA: VIÉS DE ANÁLISES PARAPOLÍTICASDE COMPENSAÇÕES SOCIAIS E A DIMENSÃO SENSÍVEL DO ESPAÇO

  • Júnio de Jesus dos Santos

Resumo

Esse artigo trata das problemáticas que envolvem as discussões sobre asmaterializações dos processos de institucionalizações dos fenômenos sociais no território, especialmente no município. O objetivo dotrabalho é verificar o conteúdo social do Programa Bolsa Família (PBF) no município de Laje-BA, partindo da objetivação do processo de duas dimensões: primeiro justifica-se ao poder no espaço e a segunda dimensão ao poder do espaço. Conclui que a política de compensação social conjugada com os planos ideológicos mascaram as institucionalizações para o controle da vida, bem como, o cotidiano revela o direito à igualdade social, mas a individualidade e/ou a falta da sensibilidade da cidadania, torna-se uma barreira para o direito à igualdade social.
Publicado
2013-07-10
Como Citar
JESUS DOS SANTOS, Júnio de. A GEOGRAFIA POLÍTICA: VIÉS DE ANÁLISES PARAPOLÍTICASDE COMPENSAÇÕES SOCIAIS E A DIMENSÃO SENSÍVEL DO ESPAÇO. REVISTA GEONORTE, [S.l.], v. 4, n. 12, p. 1331-1346, jul. 2013. ISSN 2237-1419. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/revista-geonorte/article/view/1238>. Acesso em: 16 out. 2019.

Palavras-chave

Política; Transformações Sócias Territoriais; PBF; Cotidiano.