ECONOMIA SOLIDÁRIA, TECNOLOGIA SOCIAL E IDENTIDADE TERRITORIAL DAS MULHERES QUEBRADEIRAS DE COCO BABAÇU NO MUNICÍPIO DE SÃO DOMINGOS DO ARAGUAIA-PA

  • Valtey Martins de Souza
  • Andréa Hentz de Mello UFPA

Resumo

O presente trabalho versa sobre economia solidária, empreendimentos da economia solidária, tecnologias apropriadas à economia social - como as tecnologias sociais – e identidades territoriais das mulheres quebradeiras de coco babaçu no município de São Domingos do Araguaia, Pará. Pretendeu-se fazer a conexão de teorias mais gerais, com as demandas locais ligadas ao extrativismo, especialmente aquele realizado por mulheres que, além do mais, respeitam as necessidades das gerações presentes sem comprometer as necessidades das gerações futuras. Essa nova forma de extrativismo tem ligação à forma como tais mulheres percebem seus territórios.

Biografia do Autor

Valtey Martins de Souza
UFPA
##submission.authorWithAffiliation##
UFPA
Publicado
2013-07-10
Como Citar
MARTINS DE SOUZA, Valtey; HENTZ DE MELLO, Andréa. ECONOMIA SOLIDÁRIA, TECNOLOGIA SOCIAL E IDENTIDADE TERRITORIAL DAS MULHERES QUEBRADEIRAS DE COCO BABAÇU NO MUNICÍPIO DE SÃO DOMINGOS DO ARAGUAIA-PA. REVISTA GEONORTE, [S.l.], v. 4, n. 12, p. 712 - 729, jul. 2013. ISSN 2237-1419. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/revista-geonorte/article/view/1201>. Acesso em: 16 out. 2019.

Palavras-chave

território, inovação tecnológica, desenvolvimento sustentável.