HOW TO SAVE TIME FOR CHANGE: A FIELD STUDY

  • Fernando Cardoso de Sousa Universidade do Algarve, Faro, Portugal
  • Ileana Pardal Monteiro Universidade do Algarve, Faro, Portugal
  • Joao Pissarra Universidade do Algarve, Faro, Portugal

Resumo

Abstract : This study describes the adaptation of a small-group creative problem-solving (CPS) protocol to work as a large-group organizational change method.  The method was designed to suit a company situation, requiring a forum lasting for only four hours, instead of the two to four days of the present methods, without losing its effectiveness. The presentation of the case, with a medium-sized company of the IT sector, includes an extended diagnosis, the preparation and execution of the company forum, and the beginning of the implementation of innovation projects, aiming at increasing the proactivity of employees.  The diagnosis includes the results of 32 interviews conducted with internal and external stakeholders, and an analysis of collected success stories, in order to clarify the strong points for a future organizational culture orientation. The results support the effectiveness of the adapted methodology in establishing innovation projects, involving the entire organization, in just four hours, and clarify desirable characteristics for the improvement of the present intervention method.

Keywords: Organizational Innovation; Organizational Change; Organizational Diagnosis; Large-Group Methods; Creative Problem-Solving

 

COMO POUPAR TEMPO NA MUDANÇA: UM ESTUDO DE CAMPO

 

Este estudo descreve a adaptação de um protocolo de resolução criativa de problemas (RCP), para grupos pequenos, para funcionar como um método de mudança organizacional de grupos grandes. O método foi projetado para atender a uma situação da empresa, exigindo um fórum com duração de apenas quatro horas, em vez dos dois a quatro dias dos métodos atuais, sem perder a eficácia. A apresentação do caso, com uma empresa média do setor das TIC, inclui um diagnóstico aprofundado, a preparação e execução do fórum da empresa e o início da implementação de projetos de inovação, visando aumentar a proatividade dos empregados.  O diagnóstico inclui os resultados de 32 entrevistas realizadas com stakeholders internos e externos, e uma análise das histórias de sucesso recolhidas, com a finalidade de clarificar os pontos fortes para uma futura orientação da cultural organizacional. Os resultados suportam a eficácia da metodologia adaptada no estabelecimento de projetos de inovação, envolvendo toda a organização, em apenas quatro horas, e esclarecem características desejáveis para a melhoria do presente método de intervenção.

Palavras-Chave: Inovação Organizacional; Mudança Organizacional; Diagnóstico Organizacional; Métodos com Grupos Grandes; Resolução Criativa de Problemas

Biografia do Autor

Fernando Cardoso de Sousa, Universidade do Algarve, Faro, Portugal

Doutor em Comportamento Organizacional

Membro do CIEO/UAlg – Research Centre for Spatial and Organizational Dynamics/Universidade do Algarve

Ileana Pardal Monteiro, Universidade do Algarve, Faro, Portugal

Doutora em Comportamento Organizacional

Membro do CIEO/UAlg – Research Centre for Spatial and Organizational Dynamics/Universidade do Algarve

Joao Pissarra, Universidade do Algarve, Faro, Portugal

Doutor em Comportamento Organizacional

Membro do Research Centre for Social Intervention (CIS-IUL-ISCTE)

Publicado
2019-11-28