Períodos de armazenamento de ovos oriundos de duas linhagens semipesadas sobre os rendimentos de incubação e mortalidade embrionária

  • Marina de Almeida Nogueira Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Curso de Zootecnia, Manaus, Amazonas, Brasil.
  • Frank George Guimarães Cruz Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Produção Animal e Vegetal, Manaus, Amazonas, Brasil.
  • João Paulo Ferreira Rufino Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Manaus, Amazonas, Brasil.
  • Ramon Duque Melo Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Curso de Zootecnia, Manaus, Amazonas, Brasil.
  • Julmar da Costa Feijó Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Curso de Zootecnia, Manaus, Amazonas, Brasil.
  • Natalia dos Santos Bezerra Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Curso de Zootecnia, Manaus, Amazonas, Brasil.

Resumo

O objetivo deste experimento foi avaliar a influência de dias de armazenamento e duas diferentes linhagens de matrizes alternativas nos rendimentos de incubação e desenvolvimento embrionário. Foram utilizados 280 ovos, sendo 140 da linhagem alternativa FC I e 140 da linhagem alternativa FC III, ambas as linhagens semipesadas com 43 semanas de idade. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial (2 x 7) constituído de dois fatores: duas linhagens (FC I e FCIII)  e sete períodos de armazenamento (1 dia, 2 dias, 3 dias, 4 dias, 5 dias, 6 dias e 7 dias de armazenamento), totalizando 14 tratamentos onde cada um possuía 20 ovos embrionados. O experimento teve duração de 30 dias, sendo 7 dias de coleta e armazenamento de ovos, 21 dias de incubação destes ovos e 2 dias de análises dos embriões. Os pintos nascidos foram pesados e separados por tratamento para mensuração dos rendimentos de incubação. Foram calculados em porcentagem a eclodibilidade, bem como a eclosão, a taxa de fertilidade e a taxa de refugos. Foi verificada o período de mortalidade embrionária dos pintos, sendo diagnosticadas como precoce, intermediária, tardia. Foram abatidos cinco animais por tratamento para analise do rendimento de carcaça. Os dados coletados foram submetidos à análise de variância e para medida de comparação das médias estimadas foi aplicado o teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade através da utilização do procedimento GLM do programa computacional Statistical Analysis System - SAS (2008). Houve diferenças significativas (p<0,05) entre dias de armazenamento para fertilidade e refugos, mortalidade embrionária precoce e tardia, em que à medida que se aumentou o período de estocagem dos ovos, a fertilidade e a mortalidade embrionária precoce demonstraram decréscimo nos resultados. Enquanto que para mortalidade tardia, os dados foram maiores nos menores dias de armazenamento. A linhagem FC I foi a que apresentou os melhores resultados.
Publicado
2016-09-01
Como Citar
NOGUEIRA, Marina de Almeida et al. Períodos de armazenamento de ovos oriundos de duas linhagens semipesadas sobre os rendimentos de incubação e mortalidade embrionária. Revista Científica de Avicultura e Suinocultura, [S.l.], v. 2, n. 2, set. 2016. ISSN 2447-8466. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/RECAS/article/view/2750>. Acesso em: 25 maio 2018.
Seção
Avicultura - Reprodução