Períodos de armazenamento de ovos oriundos de duas linhagens semipesadas sobre os rendimentos de incubação e mortalidade embrionária

  • Marina de Almeida Nogueira Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Curso de Zootecnia, Manaus, Amazonas, Brasil.
  • Frank George Guimarães Cruz Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Departamento de Produção Animal e Vegetal, Manaus, Amazonas, Brasil.
  • João Paulo Ferreira Rufino Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Manaus, Amazonas, Brasil.
  • Ramon Duque Melo Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Curso de Zootecnia, Manaus, Amazonas, Brasil.
  • Julmar da Costa Feijó Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Curso de Zootecnia, Manaus, Amazonas, Brasil.
  • Natalia dos Santos Bezerra Universidade Federal do Amazonas, Faculdade de Ciências Agrárias, Curso de Zootecnia, Manaus, Amazonas, Brasil.

Resumo

O objetivo deste experimento foi avaliar a influência de dias de armazenamento e duas diferentes linhagens de matrizes alternativas nos rendimentos de incubação e desenvolvimento embrionário. Foram utilizados 280 ovos, sendo 140 da linhagem alternativa FC I e 140 da linhagem alternativa FC III, ambas as linhagens semipesadas com 43 semanas de idade. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial (2 x 7) constituído de dois fatores: duas linhagens (FC I e FCIII)  e sete períodos de armazenamento (1 dia, 2 dias, 3 dias, 4 dias, 5 dias, 6 dias e 7 dias de armazenamento), totalizando 14 tratamentos onde cada um possuía 20 ovos embrionados. O experimento teve duração de 30 dias, sendo 7 dias de coleta e armazenamento de ovos, 21 dias de incubação destes ovos e 2 dias de análises dos embriões. Os pintos nascidos foram pesados e separados por tratamento para mensuração dos rendimentos de incubação. Foram calculados em porcentagem a eclodibilidade, bem como a eclosão, a taxa de fertilidade e a taxa de refugos. Foi verificada o período de mortalidade embrionária dos pintos, sendo diagnosticadas como precoce, intermediária, tardia. Foram abatidos cinco animais por tratamento para analise do rendimento de carcaça. Os dados coletados foram submetidos à análise de variância e para medida de comparação das médias estimadas foi aplicado o teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade através da utilização do procedimento GLM do programa computacional Statistical Analysis System - SAS (2008). Houve diferenças significativas (p<0,05) entre dias de armazenamento para fertilidade e refugos, mortalidade embrionária precoce e tardia, em que à medida que se aumentou o período de estocagem dos ovos, a fertilidade e a mortalidade embrionária precoce demonstraram decréscimo nos resultados. Enquanto que para mortalidade tardia, os dados foram maiores nos menores dias de armazenamento. A linhagem FC I foi a que apresentou os melhores resultados.
Publicado
2016-09-01
Como Citar
NOGUEIRA, Marina de Almeida et al. Períodos de armazenamento de ovos oriundos de duas linhagens semipesadas sobre os rendimentos de incubação e mortalidade embrionária. Revista Científica de Avicultura e Suinocultura, [S.l.], v. 2, n. 2, set. 2016. ISSN 2447-8466. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/RECAS/article/view/2750>. Acesso em: 17 fev. 2019.
Seção
Avicultura - Reprodução

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.