Planos nutricionais com diferentes níveis de cálcio sobre o desempenho e rendimentos de carcaça de patos em confinamento

  • Julmar da Costa Feijó
  • Frank George Guimarães Cruz Universidade Federal do Amazonas
  • Ramon Duque Melo Universidade Federal do Amazonas
  • João Paulo Ferreira Rufino Universidade Federal do Amazonas
  • Lucas Duque Melo Universidade Federal do Amazonas
  • Natalia dos Santos Bezerra Universidade Federal do Amazonas

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar patos submetidos a planos nutricionais fásicos com diferentes níveis de cálcio sobre o desempenho e os rendimentos de carcaça. Foram utilizados 144 patos distribuídos em boxes de 4 m² cada, com água e ração ad libitum. O delineamento experimental foi em parcelas subdivididas, onde os tratamentos foram constituídos de seis planos nutricionais fásicos (inicial, crescimento e terminação) com diferentes níveis de cálcio onde cada tratamento consistia de quatro repetições de seis aves cada. Os animais foram recebidos com um dia e tiveram seu desempenho semanalmente avaliado até 90 dias. Após o término do período experimental, foram abatidos quatro animais de cada tratamento para avaliação das carcaças pós-abate e dos cortes comerciais. As médias dos tratamentos foram avaliadas pelo teste Tukey a 5% de significância. Houve diferença significativa (P<0,05) para as variáveis de consumo de ração, ganho de peso, conversão alimentar, rendimento de patas, gordura abdominal, peso da moela e peso do pescoço.  O plano nutricional 2 (fase inicial = 1,25% de Ca; fase de crescimento = 1,15% de Ca e fase de terminação = 1,05% de Ca) foi o que melhor atendeu as exigências nutricionais de níveis de cálcio para patos de corte em confinamento, obtendo de uma maneira geral melhores resultados de desempenho, rendimentos de carcaça e incrementos nos cortes comerciais.
Publicado
2016-05-18
Como Citar
FEIJÓ, Julmar da Costa et al. Planos nutricionais com diferentes níveis de cálcio sobre o desempenho e rendimentos de carcaça de patos em confinamento. Revista Científica de Avicultura e Suinocultura, [S.l.], v. 2, n. 1, maio 2016. ISSN 2447-8466. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/RECAS/article/view/2327>. Acesso em: 25 maio 2018.
Seção
Avicultura - Nutrição