Planos nutricionais com diferentes níveis de cálcio sobre o desempenho e rendimentos de carcaça de patos em confinamento

  • Julmar da Costa Feijó
  • Frank George Guimarães Cruz Universidade Federal do Amazonas
  • Ramon Duque Melo Universidade Federal do Amazonas
  • João Paulo Ferreira Rufino Universidade Federal do Amazonas
  • Lucas Duque Melo Universidade Federal do Amazonas
  • Natalia dos Santos Bezerra Universidade Federal do Amazonas

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar patos submetidos a planos nutricionais fásicos com diferentes níveis de cálcio sobre o desempenho e os rendimentos de carcaça. Foram utilizados 144 patos distribuídos em boxes de 4 m² cada, com água e ração ad libitum. O delineamento experimental foi em parcelas subdivididas, onde os tratamentos foram constituídos de seis planos nutricionais fásicos (inicial, crescimento e terminação) com diferentes níveis de cálcio onde cada tratamento consistia de quatro repetições de seis aves cada. Os animais foram recebidos com um dia e tiveram seu desempenho semanalmente avaliado até 90 dias. Após o término do período experimental, foram abatidos quatro animais de cada tratamento para avaliação das carcaças pós-abate e dos cortes comerciais. As médias dos tratamentos foram avaliadas pelo teste Tukey a 5% de significância. Houve diferença significativa (P<0,05) para as variáveis de consumo de ração, ganho de peso, conversão alimentar, rendimento de patas, gordura abdominal, peso da moela e peso do pescoço.  O plano nutricional 2 (fase inicial = 1,25% de Ca; fase de crescimento = 1,15% de Ca e fase de terminação = 1,05% de Ca) foi o que melhor atendeu as exigências nutricionais de níveis de cálcio para patos de corte em confinamento, obtendo de uma maneira geral melhores resultados de desempenho, rendimentos de carcaça e incrementos nos cortes comerciais.
Publicado
2016-05-18
Como Citar
FEIJÓ, Julmar da Costa et al. Planos nutricionais com diferentes níveis de cálcio sobre o desempenho e rendimentos de carcaça de patos em confinamento. Revista Científica de Avicultura e Suinocultura, [S.l.], v. 2, n. 1, maio 2016. ISSN 2447-8466. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/RECAS/article/view/2327>. Acesso em: 24 maio 2019.
Seção
Avicultura - Nutrição

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.