Etnografias Missionárias no Sul de Angola

DANÇAS RITUAIS E CELEBRAÇÃO DO BOI SAGRADO NA ESCRITA DO PADRE CARLOS ESTERMANN

  • Josivaldo Pires Oliveira UNEB

Resumo

Este artigo trata sobre os ritos e celebrações tradicionais entre os povos pastores do Sul de Angola na escrita etnográfica do padre Carlos Estermann, missionário da Congregação do Espírito Santo, que atuou nesta região entre 1925 e 1976. Explora suas observações acerca das danças rituais no cotidiano dos pastores no âmbito dos ritos de puberdade e celebração do boi sagrado entre os povos Nhaneca-Humbe. Estermann defendia que para o bom desempenho do projeto evangelizador era necessário um profundo conhecimento sobre a cultura dos grupos que se queria evangelizar, desta forma, em sua experiência missionária se dedicou em investigar sobre aspectos da vida cultural destas populações “indígenas”. A análise aqui empreendida sobre suas observações acerca dos Nhaneca-Humbe evidenciou que o padre espiritano, mesmo influenciado pela leitura colonialista e etnocêntrica, reconheceu que os ritos e celebrações associados ao gado bovino era um elemento que definia as principais características culturais destes povos.

Publicado
2019-01-25
Como Citar
OLIVEIRA, Josivaldo Pires. Etnografias Missionárias no Sul de Angola. Canoa do Tempo, [S.l.], v. 10, n. Nº 2, p. 08-21, jan. 2019. ISSN 2594-8148. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/Canoa_do_Tempo/article/view/4911>. Acesso em: 22 mar. 2019.